Modelo de Escola

A EPT desenvolve a sua atividade formativa cumprindo o Plano de Estudos a que obedece cada um dos cursos profissionais, preparando os alunos para o desempenho da sua atividade profissional, mas também para o seu crescimento  enquanto PESSOA pertencente a uma sociedade de valores que se quer responsável e solidária.
Assim, assume particular atenção o modelo de funcionamento e organização curricular  baseados numa distribuição coerente da carga horária dos cursos profissionais, a existência de um Centro de Recursos (BECRE), a organização de um gabinete de material didático, o apoio semanal em salas de estudo, bem como, a formação de professores no âmbito deste processo de  ensino aprendizagem de modo a garantir e promover o sucesso educativo.

É ainda preocupação da Escola assegurar a articulação entre os conhecimentos aqui adquiridos e o mundo do trabalho, estabelecer, portanto uma efetiva continuidade entre o “saber”, o “saber estar” e o “saber fazer”, entre a “aula” e a empresa/organização, para deste modo corresponder ao verdadeiro significado do ensino e formação profissional, dando cumprimento ao seu objetivo essencial, ou seja, conseguir para os nossos alunos perfis de técnicos qualificados.

Neste contexto, e procurando concretizar os próprios princípios que, nesse sentido, têm sido elaborados pela ANQ, uma das questões com que a Escola se sente mais comprometida é exatamente, a organização e planificação dos estágios (FCT), visitas de estudo, conferências, seminários e semanas dos cursos vocacionados para a realidade das empresas, e ainda a prova de aptidão profissional.

Todos os cursos ministrados pela Escola Profissional de Torredeita desenvolvem, durante a formação curricular, estágios em empresas e instituições da região, participando estas ativamente na avaliação das competências atitudinais e competências técnicas.  Esta relação permite um contato de proximidade com as futuras entidades empregadoras acompanhando estas a atividade formativa da escola.